Guedes diz que não tem como pagar 90 bilhões de precatórios
A proposta é que as maiores dívidas possam ser parceladas em até nove anos
O ministro se refere à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) entregue pelo governo nesta semana ao Congresso

13 de Agosto de 2021 - 12h32
O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (12) que não é possível pagar os R$ 90 bilhões de dívidas judiciais devidas pelo governo federal, os chamados precatórios, sem que a lei do teto de gastos - limite constitucional - seja desrespeitada.

"Não tenho como pagar os R$ 90 bilhões de precatórios este ano, se não, eu estouro toda a legislação do teto, de Lei de Responsabilidade Fiscal, seria crime de responsabilidade que, inclusive, já deu impeachment no Brasil", disse em audiência na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

O ministro se refere à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) entregue pelo governo nesta semana ao Congresso. A proposta é que as maiores dívidas possam ser parceladas em até nove anos para abrir espaço no orçamento para a reformulação do Bolsa Família.


expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®