Rubens Furlan sai à frente e vacina professores de Barueri
Prefeito deixou claro que todo esse esforço não é para precipitar a volta das aulas presenciais
O prefeito Furlan e o vice Piteri foram acompanhar de perto a força-tarefa organizada para a vacinação da rede de ensino

2 de Junho de 2021 - 11h34
Logo que o Ministério da Saúde autorizou, em nota técnica emitida na sexta-feira (dia 28 de junho), a antecipação da vacinação contra a Covid-19 para trabalhadores da Educação, o prefeito de Barueri, Rubens Furlan, não perdeu tempo e determinou imediatamente a imunização dos profissionais da rede municipal de ensino.

Já na própria sexta-feira, professores, assistentes de desenvolvimento humano, coordenadores pedagógicos, supervisores de ensino, merendeiras, funcionários das secretarias escolares, orientadores, guardas patrimoniais e funcionários da limpeza, entre outros que atuam nas escolas, dirigiram-se ao CAP (Centro de Aperfeiçoamento para Professores), na Vila Porto, para receber a primeira dose da vacina.

A imunização dos educadores contra o coronavírus seguiu pelo sábado e domingo (29 e 30 de junho) e, em tempo recorde, totalizou 2.811 profissionais vacinados. Para completar a vacinação da Educação de Barueri, outros 1.300 profissionais, que atuam nas 18 maternais geridas por organizações sociais, ficaram para esta quarta-feira (dia 02).

O prefeito Rubens Furlan foi acompanhar de perto a força-tarefa organizada para a vacinação da rede de ensino. “Vamos ficar, a parte do poder público, em condições de voltar com as aulas: professores todos vacinados, todos os profissionais da área de educação vacinados, álcool em gel, desinfecção de salas de aulas, máscaras. Vamos fazer tudo que é necessário para que o professor e o aluno entrem na sala de aula em segurança”, declarou.

Furlan deixou bem claro que todo esse esforço não é para precipitar a volta das aulas presenciais e disse que tem ouvido muito a experiência do vice-prefeito, Beto Piteri, que tem origem no magistério e foi professor durante anos. “A volta às aulas é um anseio de todos nós e da sociedade, mas isso é uma decisão que cabe principalmente aos educadores. O momento de entrar na sala de aula quem vai determinar são os professores, juntamente com o sindicato, e nós vamos estar preparados”, afirmou o prefeito.

Piteri salientou que os profissionais de Educação sabem da importância da escola para as crianças e elogiou o empenho da categoria nas aulas remotas desde o início da pandemia. “O professor é muito consciente da situação que tem que enfrentar. Neste momento de decisão, é importante todos eles estarem integrados”, comentou o vice-prefeito.

FOTO: Rafael Alvarenga / SECOM BARUERI


expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®