Campeão Mundial de Boxe, Patrick Teixeira é homenageado
Em Las Vegas, nos Estados Unidos, pugilista derrotou Carlos Adames e ficou com cinturão da WBO
Patrick Teixeira e sua equipe foram recebidos pelo prefeito Elvis Cezar e desfilaram em carro aberto

6 de Dezembro de 2019 - 09h33
O morador de Santana de Parnaíba, Patrick Teixeira, da equipe Memorial, é o mais novo dono do cinturão dos médios ligeiros da Organização Mundial de Boxe (WBO). Aos 28 anos, ele bateu o até então invicto Carlos Adames, no Hotel Cassino Cosmopolitan, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Os três jurados deram a vitória por unanimidade para o brasileiro: um apontou 116 a 111 e outros dois deram 114 a 113.

Com a conquista, o atleta se torna o quinto pugilista brasileiro na história a se tornar campeão mundial em uma das cinco principais entidades que regem o boxe. Antes dele, em ordem, Éder Jofre, Miguel de Oliveira, Acelino Popó Freitas e Valdemir Sertão marcaram seus nomes no esporte nacional. “Agora, tenho de trabalhar o dobro, porque todos vão olhar para mim, me estudar, querendo o cinturão. Não poderá haver erros. Preciso trabalhar mais e estar mais bem preparado para os próximos desafios”, afirmou Patrick.

Homenageado

Nesta quinta-feira (5), Patrick foi recebido pelo prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PSDB), e desfilou pelas ruas do Centro Histórico da cidade em carro aberto ao lado do caminhão do Corpo de Bombeiros e foi muito aplaudido pela população que acenava e batia palmas para o novo campeão. Em seguida, ele deu uma coletiva de imprensa na Arena de Eventos.

“A maior notícia que a cidade teve em 2019. Nós estamos aqui com o Patrick Teixeira, um morador da nossa cidade, uma pessoa que se preparou, um esportista profissional e hoje Campeão Mundial de Boxe. Ele é o quinto campeão mundial de boxe do Brasil e isso é uma honra para todos nós brasileiros. Ele lutou também contra todas as dificuldades, a equipe de boxe do Xuxa, do Davisão, toda equipe fez um trabalho brilhante”, comentou o prefeito Elvis Cezar.

“Estou muito feliz, trabalhei muito pra isso, o pessoal da cidade sempre me apoiou, me incentivou, me abraçou, então esse cinturão é um pedacinho de cada pessoa que sempre acreditou em mim e no meu trabalho. Muito obrigado!”, finalizou Patrick Teixeira.

A luta

A luta contra o dominicano Carlos Adames passou longe de ser tranquila. Com bastante sangramento e inchaço na região dos olhos, o brasileiro conquistou o cinturão após o fim dos 12 assaltos. Depois de um início equilibrado e marcado por ligeira vantagem do atleta dominicano nos seis assaltos iniciais, o parnaibano usou sua potente canhota para surpreender o oponente e levá-lo a knockdown no sétimo assalto. Neste momento, o árbitro pareceu cogitar interromper a disputa tamanha a superioridade apresentada por Patrick ao longo do assalto.

No oitavo round, novo domínio do brasileiro, que pareceu abalar as estruturas de Adames, novamente preso junto às cordas e sem equilíbrio. A seguir, já cansados, os atletas voltaram a travar um confronto com mínimas vantagens parciais para cada, a ponto de, ao final dos 12 assaltos, o triunfo por decisão unânime de Patrick ser creditado justamente ao knockdown anotado no sétimo round.

Patrick deverá ser anunciado como campeão da categoria nesta semana durante convenção da WBO, em Tóquio, no Japão, pois o mexicano Jaime Munguia, atual campeão mundial, abdicou do cinturão para subir à categoria dos médios. Aos 28 anos, Teixeira, o número dois do ranking da WBO, já subiu ao ringue 32 vezes. Ele ganhou 31, sendo 22 por nocaute. A única derrota ocorreu em maio de 2016, quando subiu para os médios e encarou o norte-americano Curtis Stevens.


expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®