Operação Verão de Itapevi retira 48 mil toneladas de sujeira
Limpeza e desassoreamento foram feitos em pontos estratégicos onde há mais riscos de alagamento
Limpeza e desassoreamento foram feitos em pontos estratégicos onde há mais riscos de alagamento

18 de Novembro de 2019 - 09h29
Pneus, sofás, geladeiras e móveis em geral foram retirados de rios e córregos de Itapevi, por agentes da Prefeitura durante a Operação Verão, iniciada em agosto para combater e prevenir enchentes na cidade. Ao todo, já foram retiradas 48 mil toneladas de objetos, sujeira e terra, em três meses de operação.

O trabalho, realizado por agentes da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos, consiste na limpeza e no desassoreamento de rios, córregos e afluentes em diversos pontos do município.

A quantidade de material impróprio retirada dos rios e córregos equivale a 3,2 mil caçambas de caminhões cheias. Na prática, em cada dia de trabalho, as equipes têm recolhido cerca de 800 toneladas de material assoreado. A limpeza acontece em uma área de cerca de 8 quilômetros.

Os serviços da Operação Verão continuam até o final de novembro e são executados com recursos do próprio município. Fora deste período, os serviços de conservação são permanentes, por meio da limpeza de bueiros, desbloqueio de curvas de rio e ações pontuais após chuvas volumosas.

Prevenção

Para combater e prevenir a cidade contra enchentes, técnicos da Prefeitura realizaram levantamento e mapearam estrategicamente áreas com maior incidência de alagamentos, entre elas a região central, Rainha, Vila dos Mineiros, Portela e São Carlos.

A ação é importante porque além de evitar alagamentos futuros, auxilia em questões preventivas de saúde pública, uma vez que evita doenças oriundas da margem de rios, dos córregos e de afluentes.

As intervenções tiveram início em agosto por conta do período de seca, ou seja, em que há poucas chuvas. Os trabalhos consistem na dragagem e limpeza realizada no fundo dos rios, córregos e afluentes de áreas afetadas pela chuva na cidade, além da retirada de areia, sujeira e objetos depositados na calha destes locais e também nas margens dos rios.

Para os trabalhos de desassoreamento onde há acesso dos maquinários estão sendo utilizadas duas máquinas PC escavadeiras hidráulicas, uma de braço longo, oito caminhões basculantes e uma retroescavadeira. Cerca de 30 homens trabalham operando as máquinas durante a Operação, além de na limpeza das margens.

Nas áreas onde não for possível acessar com maquinário, as equipes de zeladoria urbana compostas por cerca de 20 homens realizam a poda e corte do mato e retirada de pneus, lixo e entulho.

O material recolhido será encaminhado para um local apropriado para um bota fora legalizado e autorizado para recebimento destes materiais.

“É importante também que os moradores nos ajudem mantendo sempre as áreas dos rios limpas e não descartando lixo e entulho nos córregos”, reforça integrante da equipe de limpeza da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos.



expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®