Nova campanha de vacinação contra sarampo acontece até o dia 25
Em Barueri, a vacinação para esse público nunca foi interrompida
Em Barueri, a vacinação para esse público nunca foi interrompida

9 de Outubro de 2019 - 16h44
Desde segunda-feira (7) uma nova campanha de vacinação contra o sarampo foi iniciada em todo o Estado de São Paulo, mirando, principalmente, crianças de seis meses até menos de cinco anos de idade. A ação irá até o dia 25 de outubro com destaque para o Dia D de vacinação no sábado (19), objetivando facilitar o acesso da população.

A campanha obedece ao que é preconizado pelo Calendário Nacional de Vacinação e aplica a tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola.

Em Barueri, a vacinação para esse público nunca foi interrompida e, com a campanha, segue normalmente nas 18 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), além do Dia D em 19 de outubro, que ocorrerá das 8h às 17h nas UBSs e em postos volantes em Alphaville e na Aldeia da Serra, em locais a serem definidos.

Conforme esclarece a Secretaria de Estado da Saúde, o calendário nacional de vacinação prevê a aplicação da tríplice aos 12 meses e também aos 15 meses para reforço da imunização com a tetra viral, que protege também contra varicela. Neste ano, os bebês a partir dos seis meses também devem receber a chamada “dose zero”, que não é contabilizada no calendário.

Crianças e adultos com idade entre um a 29 anos devem ter duas doses da vacina contra o sarampo no calendário. Acima desta faixa, até 59 anos, é preciso ter uma dose. Não há indicação para pessoas com mais de 60 anos, pois provavelmente esse público já teve contato com o vírus no passado e está imune.

Demais públicos

Uma segunda fase da campanha deve acontecer de 18 a 30 de novembro deste ano, sendo o último o “Dia D”, mirando jovens de 20 a 29 anos. A esse grupo deverá ser destinada dose da tríplice ou da dupla viral (sarampo e rubéola), conforme a indicação do profissional de saúde.

Contraindicações

A vacina é contraindicada a mulheres grávidas em qualquer período gestacional e pessoas que tenham problemas de imunodepressão (pacientes de câncer e Aids ou de outras doenças e/ou tratamentos que afetem o sistema imunológico) e anafilaxia (reação). Além disso, recomenda-se que pessoas que estejam com febre acima de 38 graus ou com alguma infecção sejam avaliadas por um médico antes de serem imunizadas.

Sarampo

O sarampo é uma doença viral aguda, grave e altamente contagiosa. Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse, manchas avermelhadas na pele, coriza e conjuntivite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar. O período de transmissão varia de quatro a seis dias antes do aparecimento das manchas e até quatro dias após o surgimento das mesmas.



expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®