Pesquisa aponta gestão Doria com 31,2% de avaliação regular
Para 20,6% a gestão é boa, 18,5% não souberam responder, 15,1% péssimo, 11,1% ruim e 3,5% ótimo
Governador João Doria tem 31,2% de avaliação regular de sua gestão

6 de Setembro de 2019 - 10h23
De acordo com um levantamento realizado pelo Instituto MAS Pesquisa, a maioria dos moradores da região oeste Metropolitana de São Paulo avalia o trabalho do governador João Doria (PSDB) como regular. A pesquisa se refere aos municípios de Araçariguama, Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista.

No total, considerando a soma percentual das respostas dos habitantes destas cidades mencionadas, 31,2% avaliaram o Governo Doria como regular. Em seguida, 20,6% responderam que a gestão do ex-prefeito da capital à frente do Estado de São Paulo é boa (20,6%), 18,5% não souberam responder, 15,1% avaliaram como péssimo, 11,1% ruim e 3,5% ótimo.

No recorte municipal, os moradores de Santana de Parnaíba se mostraram mais satisfeitos com o trabalho do governador; 4,7% avaliaram como ótimo. A cidade também é administrada por um tucano, Elvis Cezar, que é aliado do governador. Já os entrevistados de Vargem Grande Paulista são os mais insatisfeitos, 19,9% avaliaram a administração estadual como péssima. Em Itapevi, a maioria analisou como ruim (17%); o percentual mais alto no critério bom foi anotado em Barueri (23,7%), que também tem um gestor do PSDB, Rubens Furlan, que apoiou o tucano na corrida ao Palácio dos Bandeirantes. Na cidade de Cotia, 39% dos entrevistados responderam que o trabalho de Doria é regular.

Para o sociólogo e cientista político, Marcos Agostinho, foi constatado um resultado de equilíbrio entre aprovação e desaprovação do governo de João Doria. “Aponta que o governador tem 25,5% de ótimo e bom e exatamente o mesmo percentual de ruim e péssimo, ou seja, de desaprovação. O maior percentual, regular, mostra que as pessoas não tendem para nenhum lado. É um trabalho morno dele, que não empolga”, disse. Sobre o alto percentual de pessoas que não souberam opinar, Agostinho ressaltou que “o trabalho do governador não está aparecendo, as pessoas não têm uma opinião formada sobre o mesmo”.

Os dados foram coletados entre maio e julho, e tabulados em agosto. Participaram das entrevistas, feitas com respostas estimuladas verbalmente e única, 2.709 pessoas. A margem de erro é de 1,7%.

Notoriedade

Na opinião de Marcos, a oportunidade de conquistar mais adesões ao governo seria implementar as obras estaduais em parceria com as prefeituras. “Não há atuação do governador Doria aos olhos da população da Região Oeste Metropolitana, não é uma atuação que tem tido destaque. Sendo assim, inclusive, se for mantida a pretensão de concorrer à presidência, os prefeitos da região cumprirão um papel fundamental ao dar andamento às obras do Governo do Estado para que Doria ganhe destaque e notoriedade política”, conclui.



expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®