Homem que espancou mulher até a morte em bar de Barueri é preso
Valdir Gomes de Lima já cumpriu pena por tentativa de assassinato. Ele matou uma mulher a socos
Valdir Gomes de Lima já cumpriu pena por tentativa de assassinato. Ele matou uma mulher a socos e pontapés em um bar

3 de Setembro de 2019 - 17h32
O homem que matou uma mulher com socos e chutes em um bar de Barueri se apresentou na tarde desta terça-feira (3) no 1º DP em Barueri, na Grande São Paulo. A polícia pediu a prisão temporária de Valdir Gomes de Lima, de 50 anos. Ele será indiciado por homicídio qualificado com a agravante de ser por motivo fútil - e não mais por feminicídio, como no início da investigação.

Maria Salvadora Dias de Oliveira tinha 37 anos e estava no bar com um amigo. Ela discutiu com Lima e acabou sendo agredida.

Lima se apresentou com seu advogado e não quis gravar a entrevista. Segundo o delegado que apura o caso, Marcos Alexandre Cattani, que pediu à Justiça a prisão temporária do suspeito ele poderá pegar uma pena de 12 a 30 anos. "Não ficou apurado que ele tinha um relacionamento com a vítima. Eles não se conheciam", disse o delegado justificando a razão pelo crime não ser mais apontado como feminicídio.

Ainda segundo o delegado, Lima já cumpriu pena de três anos de cadeia por tentar matar um adolescente que impediu que ele assassinasse outra mulher.

O crime aconteceu por volta das 2h de domingo (1) no bar Casa do Norte Parada Nordestina. Maria Salvadora Dias de Oliveira aparece nas imagens de uma câmera de segurança discutindo com o homem.

Na sequência, ela segura o colarinho da camisa do suspeito com as duas mãos. Ele então dá um tapa nela. Depois começa a agredi-la com socos e chutes. A mulher ainda tenta se levantar, mas cai novamente.

Maria foi levada ao pronto-socorro do hospital que fica no Jardim Silveira, em Barueri, mas chegou sem vida. O agressor fugiu em um carro.



expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®