Tarifas contra a China não afetarão muito consumidores dos EUA
Nas mensagens, Trump diz que as tarifas “não terão tanto” impacto sobre os consumidores
Nas mensagens, Trump diz que as tarifas “não terão tanto” impacto sobre os consumidores

2 de Setembro de 2019 - 09h53
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em mensagens no Twitter na manhã deste domingo (1) que as tarifas contra a China não significarão custos maiores para os consumidores de seu país. Ele atribuiu a informação a Peter Morici, economista americano que é professor da Universidade de Maryland, sem citar o acadêmico entre aspas.

Nas mensagens, Trump diz que as tarifas “não terão tanto” impacto sobre os consumidores, já que a moeda chinesa, o yuan, tem se desvalorizado. Ele ainda escreveu que os importadores americanos podem achar outros fornecedores fora da China. “Absolutamente justo, nós não queremos ser servos dos chineses! Trata-se da liberdade americana. Redirecionar a cadeia de suprimentos. Não há motivo para comprar tudo da China!”, afirmou o líder americano.

As mensagens são divulgadas no dia da entrada em vigor de uma nova série de tarifas contra produtos chineses, anunciadas anteriormente. A China, por sua vez, também impõe a partir deste domingo nova rodada de tarifas contra produtos americanos, em meio à tensão comercial bilateral.

*Com informações do Estadão Conteúdo



expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®