Mudanças discretas
Satanás vai inserindo sorrateiramente suas ideias de maneira quase imperceptível
Satanás vai inserindo sorrateiramente suas ideias de maneira quase imperceptível

16 de Maio de 2019 - 19h16
Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável (Salmo 51:10). Você deve conhecer bem aquela história dos sapos que pareciam espertos e, por isso, fugiram de uma panela de água quente, mas entraram confortavelmente em outra de água fria, que estava sobre o fogo. Sem notar, foram se adaptando à mudança de temperatura, até que não resistiram e morreram.

Apesar da simplicidade, essa ilustração serve para mostrar como é fácil rejeitar o pecado quando ele mostra a cara, mas é ainda mais fácil ser enganado quando o inimigo disfarça suas intenções. No passado, Satanás foi mais direto e atacou o povo de Deus, assumindo claramente sua maldade.

Hoje a estratégia dele é outra. Em lugar do confronto, ele vai inserindo sorrateiramente suas ideias, e as mudanças ocorrem de maneira quase imperceptível. São mudanças que estão em andamento de maneira discreta, e precisamos nos proteger contra elas. Vou mencionar apenas alguns exemplos.

1. Mudança de que a igreja precisa se parecer mais com o mundo para ganhar o mundo, perdendo seus princípios de separação e diferenciação que um povo que foi escolhido e de boas obras para ser luz em meios às trevas.

2. Mudança de um casamento permanente para um casamento conveniente. O compromisso bíblico “até que a morte os separe” vai sendo substituído por “até que qualquer outro interesse os separe”.

3. Mudança na visão bíblica do sexo com a pessoa certa, da maneira certa e no momento certo para o sexo com qualquer pessoa, de qualquer maneira e em qualquer momento.

4. Mudança da crença no relato da criação para a visão de uma simples ilustração. Quando o relato de Gênesis 1 e 2 é tratado de forma alegórica, toda a mensagem bíblica é comprometida, com destaque para o surgimento do pecado, a salvação, a família, a sexualidade e especialmente a segunda vinda de Jesus. Afinal, quem não crê na criação não será capaz de crer na recriação.

5. Mudança do foco externo para o interno. Estamos consumindo nossas energias cuidando de nós mesmos e acabamos nos esquecendo de que não estamos em uma colônia de férias, mas somos um exército em campo de batalha.

No fim, tudo se concentra na mudança discreta das prioridades do Céu para os interesses da Terra. Diante desse imenso desafio, o conselho inspirado é simples e eficiente: “Vigiai e orai” (Mt 26:41). Cuidado com as mudanças discretas!



expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®