Na gestão Rubens Furlan, novos negócios crescem 30% em Barueri
Hoje Barueri conta com uma média de 2.964 empresas ou profissionais autônomos na área de tecnologia
Prefeito Rubens Furlan incentiva a instalação de novas empresas em Barueri para gerar empregos

14 de Maio de 2019 - 16h55
O prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), incentiva a instalação de novas empresas na cidade para aquecer a economia e gerar empregos. Mais uma vez contrariando os índices nacionais, Barueri registra crescimento no número de novos negócios no município. Atualmente, a cidade possui 29.566 inscrições ativas. Em 2018, a cidade recebeu 4.549 inscrições de novas empresas, conforme informa a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Trabalho (SICT). Isso corresponde a uma média de 379 empresas por mês chegando à cidade: 29,49% a mais em comparação com 2016, e 22% acima de 2017.

Em 2016, foram 3.513 novos registros, já em 2017, início da gestão Furlan, o número saltou para 3.726 (média mensal de 311 novos negócios). Dentre as atividades mais cadastradas em 2018 figuram apoio comercial, financeiro e administrativo, com 431 empresas; construção civil, com 236; e escritório administrativo, com 218.

Alphaville é o bairro que lidera na lista de localização mais escolhida por esses novos negócios, chegando a 1.413; a região central vem em seguida, com 614 novos negócios; e depois vem o Jardim Belval, com 306. O crescimento na arrecadação do ISS (Imposto Sobre Serviços) comprova a expansão: em 2016 o montante foi de R$ 879 milhões; em 2017 foi de R$ 1 bilhão; e em 2018 chegou a R$ 1,2 bi.

Sobre a capacidade de crescimento de Barueri, o secretário de Indústria, Comércio e Trabalho, Joaldo Macedo Rodrigues – o Magoo -, é enfático ao afirmar que os números mostram que a cidade não só tem capacidade para crescer mais, como de fato está crescendo. “Se você olhar os números de 2018, em comparação com 2016, a criação de novas empresas aumentou quase 30% em apenas dois anos.”

E Magoo completa: “é bom destacar que a nossa cidade tem muito potencial em diferentes segmentos, o que enriquece ainda mais a nossa economia e as oportunidades para o empresariado, gerando mais empregos e renda para a nossa gente”.

Menor taxa de desemprego

A Fundação Seade citou Barueri como uma das cidades com menor taxa de desemprego do estado de São Paulo (15% considerando a Sub-Região Oeste da Grande São Paulo). O que tem contribuído bastante para tais resultados, segundo a pesquisa, é a vinda de novas empresas, especialmente na área de tecnologia.

“As principais empresas e a maioria dos empregos concentram-se nas cidades de Osasco, Barueri e Itapevi. As duas primeiras se transformaram em grandes polos tecnológicos, enquanto que em Itapevi prevalece a indústria, principalmente, farmacêutica”, noticiou o G1 em reportagem de Filippo Mancuso em 22 de abril.

Hoje Barueri conta com uma média de 2.964 empresas ou profissionais autônomos na área de tecnologia.




Deixe seu comentário



expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®