Tesouro escondido
“A sabedoria divina será sua libertação de uma vida de decisões erradas”
“A sabedoria divina será sua libertação de uma vida de decisões erradas”

29 de Outubro de 2018 - 11h35
Se clamar por entendimento e por discernimento gritar bem alto, se procurar a sabedoria como se procura a prata e buscá-la como quem busca um tesouro escondido [...]. (Provérbios 2:3, 4). Durante o período colonial brasileiro, uma das atividades comerciais mais lucrativas era a mineração. O século 18, conhecido como o século do ouro, foi marcado por uma busca frenética pelo metal precioso. A mão de obra escrava foi a mais usada na atividade, uma mancha vergonhosa em nossa história. Foi na atividade de extração de ouro que alguns escravos conseguiram os recursos suficientes para comprar sua liberdade, a carta de alforria.

Como era proibido para o escravo ficar com qualquer parte do ouro encontrado em seu trabalho, eles usavam artifícios diversos para esconder pepitas. Alguns chegavam a engolir pequenos pedaços de ouro para, depois de algum tempo, recuperá-los de uma forma não muito higiênica. Homens mataram e morreram pelo metal. Para eles, qualquer esforço valeria a pena. Os versículos de hoje apresentam uma situação que difere do capítulo anterior. Não é mais a sabedoria personificada que clama pelas ruas pela atenção de alguém.

A partir do capítulo 2 de Provérbios, Salomão sugere que os jovens deveriam clamar por sabedoria. Deveriam buscá-la como quem busca um tesouro escondido. Jesus usou a mesma metáfora. Ele disse: “O Reino dos Céus é como um tesouro escondido num campo. Certo homem, tendo-o encontrado, escondeu-o de novo e, então, cheio de alegria, foi, vendeu tudo o que tinha e comprou aquele campo” (Mateus 13:44). Salomão e Jesus nos ensinam pelo menos três lições com a metáfora do tesouro escondido:

1. A verdadeira sabedoria, a celestial, não será encontrada enquanto insistirmos em uma vida rasa. Escavar as verdades reveladas é essencial para encontrá-la.

2. Interesse e diligência na busca por sabedoria são características necessárias para o cristão. Deus não dificulta a nossa busca; mas, para mostrar interesse, você precisa “gritar alto” por ela. Nós sempre valorizamos mais aquilo pelo que nos interessamos.

3. Qualquer esforço e renúncia para que se alcance sabedoria será compensado pelos benefícios recebidos. Se você precisar “vender” tudo o que tem para “comprá-¬la”, faça isso.

Os escravos viam no ouro sua possibilidade de libertação. A sabedoria divina será sua libertação de uma vida de decisões erradas e o ingresso em uma existência feliz. Busque-a com todas as suas forças.




expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®