Bolsonaro é eleito novo presidente com mais de 55% dos votos
Vitória do candidato do PSL à Presidência da República foi oficializada pouco depois das 19h20
Vitória do candidato do PSL à Presidência da República foi oficializada pouco depois das 19h20

29 de Outubro de 2018 - 09h44
Com 100% das seções apuradas, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), teve 55,13% dos votos válidos (57.796.972). O candidato derrotado a presidente Fernando Haddad (PT) conseguiu 44,87% dos votos (47.038.792). Os votos em branco somaram 2,14%, nulos totalizaram 7,43% e a abstenção foi de 21,30%.

A vitória de Bolsonaro foi oficializada pouco depois das 19h20 deste domingo (28), quando mais de 94% das urnas já haviam sido apuradas e Haddad não tinha mais condições de alcançar Bolsonaro. Na parcial que confirmou o resultado, o candidato do PSL somava mais de 55,2 milhões de votos, contra 44,1 milhões do petista. Restavam ainda ser apurados pouco menos de 8 milhões de votos.

A vitória confirma todas as pesquisas de intenção de voto, que apontavam Bolsonaro com ampla vantagem sobre Haddad e menor rejeição do que o petista. No primeiro turno, ele obteve quase 50 milhões de votos e avançou em primeiro lugar para a disputa final.

Bolsonaro diz que será um 'defensor da democracia e da liberdade'

Após fazer um vídeo divulgado em tempo real pela internet, o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL), conversou com a imprensa que estava em frente à casa dele no Rio de Janeiro. Bolsonaro agradeceu aos eleitores e participou de uma roda de oração conduzida pelo senador Magno Malta (PR). Logo depois, ele leu uma carta com seus compromissos de mandato afirmando que será um defensor da democracia e da liberdade.

— Faço de vocês minhas testemunhas de que esse governo será um defensor da Constituição, da democracia e da liberdade. Isso é uma promessa, não de um partido, não é a palavra vã de um homem, é um juramento a Deus.

O presidente eleito também disse que vai “transformar o Brasil em uma grande, próspera e livre Nação”.

— Como defensor da liberdade, vou guiar um governo que defenda e proteja os direitos do cidadão que cumpre seus deveres e respeita a leis. Elas são para todos, porque assim será o nosso governo, constitucional e democrático.

Bolsonaro também disse que terá condições de governabilidade.

— Temos tudo para sermos uma grande nação. Temos condições de governabilidade dados aos contatos que fizemos nos últimos anos com parlamentares, todos os compromissos assumidos serão cumpridos com as mais variadas bancadas, com o povo em cada local do Brasil que me estive presente.

Bolsonaro ainda citou que vai gerar empregos e “criar condições que para todos cresçam”.

Ainda durante o discurso, ele agradeceu aos médicos e enfermeiros que cuidaram dele após receber uma facada durante a campanha e à esposa, Michelle Bolsonaro.



Deixe seu comentário



expediente|circulação|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®