Bolsonaro leva facada durante ato em Juiz de Fora
Suspeito de atentado contra candidato do PSL foi preso
Bolsonaro levou uma facada no abdômen enquanto participava de uma passeata em Juiz de Fora, em Minas Gerais

6 de Setembro de 2018 - 18h52
Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República, foi atingido por uma faca durante um ato de campanha em Juiz de Fora, em Minas Gerais. O presidenciável foi atingido no fígado e está sendo operado na Santa Casa da cidade mineira. O suspeito do ataque, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi preso e está sendo custodiado em uma delegacia da Polícia Federal.

Polícia protege entorno de hospital

Viaturas da Polícia Militar de Minas Gerais fazem a proteção do entorno da Santa Casa de Juiz de Fora, onde é atendido o deputado e candidato a presidente Jair Bolsonaro.

Os adversários de Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pela Presidência da República condenaram na tarde desta quinta-feira, 6, o ataque sofrido pelo presidenciável.

Ciro Gomes, candidato a presidente pelo PDT

Acabo de ser informado em Caruaru, Pernambuco, onde estou, que o Deputado Jair Bolsonaro sofreu um ferimento a faca. Repudio a violência como linguagem política, solidarizo-me com meu opositor e exijo que as autoridades identifiquem e punam o ou os responsáveis por esta barbárie.

Geraldo Alckmin, candidato a presidente pelo PSDB

Política se faz com diálogo e convencimento, jamais com ódio. Qualquer ato de violência é deplorável. Esperamos que a investigação sobre o ataque ao deputado Jair Bolsonaro seja rápida, e a punição, exemplar. Esperamos que o candidato se recupere rapidamente.

Marina Silva, candidata a presidente pela Rede

A violência contra o candidato Jair Bolsonaro é inadmissível e configura um duplo atentado: contra sua integridade física e contra a democracia. Neste momento difícil que atravessa o Brasil, é preciso zelar com rigor pela defesa da vida humana e pela defesa da vida democrática e institucional do nosso País. Este atentado deve ser investigado e punido com todo rigor. A sociedade deve refutar energicamente qualquer uso da violência como manifestação política.

Henrique Meirelles, candidato a presidente pelo MDB

Desejo pronta recuperação a Jair Bolsonaro. Lamento todo e qualquer tipo de violência. O Brasil precisa encontrar o equilíbrio e o caminho da paz. Temos que ter serenidade para apaziguar a divisão entre os brasileiros.

Alvaro Dias, candidato a presidente pelo Podemos

Sobre o episódio da facada no candidato Jair Bolsonaro, quero afirmar aqui que repudio todo e qualquer ato de violência. Por isso a violência nunca deve ser estimulada. Eu não estimulo.

João Amoêdo, candidato a presidente pelo Novo

É lamentável e inaceitável o que aconteceu com o Jair Bolsonaro. Independentemente de divergências políticas, não é possível aceitar nenhum ato de violência. Que o agressor sofra as devidas punições. Meus votos de melhoras para o candidato.





expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®