Voltemos ao foco!
“Existe um trono em nosso coração, existe um altar em nosso interior"
“Existe um trono em nosso coração, existe um altar em nosso interior, e estes só podem ser ocupados por Cristo”

31 de Agosto de 2018 - 14h52
Muito já se falou e já se escreveu sobre o porquê de esfriarmos na fé, desviarmos do caminho, cairmos repetidas vezes nos mesmos pecados. As razões para tal desvio são as mais diversas: “Você deixou as Escrituras, volte a ler a Bíblia, você precisa ler mais”; “Isso é falta de oração, você precisa orar mais. Mais tempo, mais intenso”; “Há quanto tempo você não jejua? Isso é falta de jejum. Faça um jejum forte”. Acredito piamente que todas essas coisas são necessárias, bíblicas e tem seu papel vital em nossa mortificação da carne e luta diária contra o pecado. Entretanto, com o passar do tempo, aqueles que andam com o Senhor tendem a amadurecer espiritualmente e enxergar detalhes da vida cristã mais acuradamente, compreendendo coisas que os primeiros anos de fé não os permitiram entender.

Na verdade, o âmago de tudo isso reside no fato de “tirarmos os olhos de Cristo”. Nesse momento inicia-se o processo de queda, de desvio. Existe um trono em nosso coração, existe um altar em nosso interior, e estes só podem ser ocupados por Cristo. O amor por Ele começa se esfriar quando nesse altar vamos pouco a pouco colocando pequenos ídolos, e lentamente vamos empurrando Cristo da sua posição, até que o volume de ídolos chega a ser tão grande que não há mais espaço para Ele. Afinal de contas, “ninguém pode servir dois senhores, pois há de agradar a um e desagradar a outro”.

Nessa queda espiritual, Cristo é o Senhor a ser desagradado. Por essa razão caímos, pecamos e permanecemos no pecado. Não é somente por conta das tentações ou das inclinações de nossa natureza. Caímos por estarmos vazios de Cristo! Caímos, porque nosso coração está agora, suscetível a ser ocupado por outras coisas ou pessoas. Alguém que está cheio de Cristo não tem lugar para a pornografia, para o sexo ilícito ou qualquer fonte espúria de prazer, pois já está satisfeito Nele. Como alguém pode roubar, se embriagar, mentir, ou curtir noites e noites em orgias e dissoluções, quando está plenamente realizado em Cristo, a verdadeira fonte de prazer?
As paixões que o mundo oferece, os atrativos à mostra na “Feira da Vaidade” e o próprio diabo em pessoa, mostrando todos os reinos da terra, não conseguem derrubar um homem que está completo em Cristo! Pois ele de nada tem falta! Nada pode ser comparado com a completude perene que Cristo proporciona. Preencha seu ser com o amado de sua alma, seu noivo, o mais formoso entre os milhares. Vá querido irmão. Redescubra Cristo novamente! A centralidade Dele em sua vida. “Nele nos movemos, existimos e vivemos”. Cristo é o único que dá sentido à vida. Sons, formas, tons, luz, trevas, dia, noite, vida! Tudo vem Dele e foi feito para Ele! Se preencha novamente do seu Senhor e Salvador. Então, nem o pecado, nem Satanás nem o presente século mal, acharão espaço em seu coração.




expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®