Reconhecidos no mundo!
“Será que o mundo não reconhece que estamos com Jesus porque, na verdade, não estamos mesmo?”
“Será que o mundo não reconhece que estamos com Jesus porque, na verdade, não estamos mesmo?”

24 de Agosto de 2018 - 15h02
“E reconheceram que eles haviam estado com Jesus”, Atos 4:13. Esse deveria ser o sonho, o desejo, o anelo de todo cristão: “se parecer com Cristo”. Pedro, ao ser interrogado pelos sacerdotes respondeu com ousadia, graça e sabedoria tal que os membros do sinédrio, observando o jeito deles e seus modos, chegaram a uma conclusão inequívoca: “esses homens andaram com Jesus, pois se parecem com Ele”!

A grande questão é: o mundo reconhece que estivemos com Jesus? Nossas palavras, bondade, amor e integridade refletem o caráter de Cristo em uma sociedade caída? Ou ainda estamos vivendo um cristianismo de palavras bonitas, mas de atitudes reprováveis? Oh, meus queridos irmãos, tenho a impressão que está acontecendo exatamente o contrário! Parece que cada vez mais estamos nos conformando com esse mundo! Estamos tão sofisticados, modernos, imediatistas, sem tempo para amar, sem estômago para perdoar, sem disposição para evangelizar, sem recursos para abençoar uma multidão incontável de homens carentes e doentes! Deveríamos manifestar a doçura de Cristo, fazer brilhar Sua luz, condenar as obras das trevas, assim o mundo: “Reconheceria que havíamos estado com Jesus”.

Estamos vivendo uma época de expansão do cristianismo que jamais houve. Porém, que cristianismo é esse? Um cristianismo que não transforma! Um cristianismo onde o homem passou a ser o centro das atenções. Será que o mundo não reconhece que estamos com Jesus porque, na verdade, não estamos mesmo? Não gastamos tempo com Ele? Não andamos com Ele diariamente, ao ponto de nos saturamos do Seu amor e conhecimento?

Pois essa será a única maneira que o mundo, os incrédulos e os outros irmãos na fé reconhecerão que estivemos com Cristo: se de fato estivermos com Ele! Nutrindo uma comunhão diária em oração, meditando em sua Santa Palavra e fazendo boas obras, assim cumprir-se-á os textos que dizem: “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus”, (Mateus 5:16) - E também: Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros (João 13:35). Assim como a lua não possui luz própria, mas brilha refletindo a luz do sol, assim devemos nós, refletir a luz de Cristo em caráter, atitudes, ações e reações a ponto de sermos reconhecidos como filhos do Deus altíssimo e para que não glorifiquem a nós, mas ao Senhor que nos transformou e de que é o direito de toda honra e toda glória até que venha o fim, e que para nós, é o inicio de uma vida eterna ao Seu lado.

Que hoje tomemos uma decisão em nossas vidas, de não apenas dizermos que somos cristãos, mas de refletirmos a Sua luz ao mundo mediante nossas ações e caráter. Amém.




Deixe seu comentário



expediente|circulação|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®