Rússia diz ter achado equipamentos italianos em Duma, Síria
Itens teriam sido usados na fabricação de armas tóxicas
Itens teriam sido usados na fabricação de armas tóxicas

24 de Agosto de 2018 - 14h58
A Rússia disse nesta sexta-feira (24) ter encontrado equipamentos de fabricação italiana usados na produção de substâncias tóxicas em Duma, cidade da Síria alvo de um ataque químico no último dia 7 de abril.

A informação é do general Igor Kirillov, chefe das tropas russas de defesa radiológica, química e biológica - Moscou é aliada do regime de Bashar al Assad no país árabe e culpa grupos rebeldes pelo ataque em Duma.


"Não mencionamos o país exato na época da descoberta [em junho], mas os equipamentos tinham a escrita 'made in Italy'", declarou Kirillov. A suspeita é que esses itens, como cilindros de cloro, tenham sido usados na produção de gás mostarda.

Duma fica nos arredores de Damasco, e o ataque químico deixou mais de 70 mortos, além de ter motivado um bombardeio de Estados Unidos, França e Reino Unido contra alvos do regime Assad, a quem atribuem a ação tóxica.

Uma missão da Organização para a Proibição das Armas Químicas (Opaq) esteve na cidade entre o fim de abril e o início de maio e deve apresentar um relatório com suas conclusões.




expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®