Brasileiro é condenado a 13 anos de prisão por tráfico de armas
Barbieri foi preso em sua casa, no Estado americano da Florida
Barbieri foi preso em sua casa, no Estado americano da Florida

20 de Julho de 2018 - 09h23
O brasileiro Frederik Barbieri, de 47 anos, foi condenado a mais 13 anos de prisão por um tribunal federal dos Estados Unidos, nesta quinta-feira (19) por contrabando de mais de 1.000 armas de fogo. Conhecido como “senhor das armas”, ele traficou fuzis de Miami para o Rio de Janeiro dentro de aquecedores de água, segundo o jornal americano Miami Herald.

Ele já fora condenado em maio nos Estados Unidos a 25 anos de prisão por contrabando para um país estrangeiro e por violações às leis sobre licença de exportação de armas.

Barbieri foi preso em sua casa, no Estado americano da Florida, onde foi encontrado um carregamento de fuzis AK-47, G3 e AR-10, usados comumente em guerras. Ao Tribunal Federal em Miami, ele admitiu ter traficado para o Brasil armas de alta potência destinadas à venda no mercado negro para gangues e traficantes nas favelas do Rio de Janeiro.

Um de seus carregamentos havia sido apreendido no aeroporto do Rio de Janeiro no ano passado. O fato chamou a atenção do FBI para a atuação de Barbieri nos Estados Unidos, onde é naturalizado americano. Barbieri, entretanto, cooperou com as investigações sobre contrabando de armas dos Estados Unidos ao Brasil, em especial sobre o caso de um policial brasileiro que o extorquira em 1 milhão de dólares.




Deixe seu comentário



expediente|circulação|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®