Cristianismo x futebol
“Tem pastor que chega a levar a televisão para dentro da Igreja"
“Tem pastor que chega a levar a televisão para dentro da Igreja e isso nada mais é do que profanar a Casa de Deus”

5 de Julho de 2018 - 19h55
“Buscai, Pois, em primeiro lugar o Reino dos Céus” (Mt 6:33) - Muitas pessoas deixam de ir à igreja, chegam atrasados na igreja por causa de um partida de futebol. Imagine um culto na hora do jogo da copa, qual seria deixado pra depois o culto ou o jogo? Tem pastor que chega a levar a televisão para dentro da igreja para seus membros assistirem aos jogos e isso nada mais é do que profanar a Casa de Deus. Muitos torcedores não gostam de ir à igreja mais têm prazer em ir ao campo de futebol. Acham que o horário do culto é exagerado, mas não acham exagerado o tempo de uma partida.

Ficam horas assistindo futebol, mas não ficam horas lendo a bíblia. Todos os domingos pela manha vão ao campo para jogar bola, mas não faria o mesmo pela Igreja. Muitas pessoas acordam de madrugada para jogar futebol, mas jamais acordam de madrugada para buscar a Deus em oração ou meditar na palavra de Deus. Deixa de ir à Igreja por causa de jogo, mas não deixa de ver o jogo para ir à Igreja. Assistem jogos até altas horas da noite com a maior facilidade, mas essas mesmas pessoas tem dificuldade de ler a bíblia à noite. Mas a bíblia diz que os homens amarão mais os prazeres do que a Deus (2 Tm 3:4), mas Paulo disse que serão condenados todos os têm prazer no pecado (2 Ts 2:12).

A bíblia é clara que devemos deixar em segundo plano tudo que prejudicar nosso compromisso com o reino dos céus e prioriza-lo. Mas o futebol tem levado muitas pessoas a quebrar esse princípio, deixando Deus em segundo lugar, tendo uma atitude incompatível com a fé cristã. “Amarás ao Senhor teu Deus de todo teu coração” (Mar 12:33). O maior mandamento é amar a Deus acima de tudo e de todos, e isso é manifesto em obras e atitudes. Mas muitas pessoas amam mais o seu time de futebol, do que o próprio Deus. Muitas pessoas fazem coisas em nome do seu time, que demonstra o quanto ela ama seu time mais do que ama a Deus.

“Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mt 22:39). Partindo do princípio de que o mandamento diz que devemos amar o próximo como a nós mesmos, não está coerente com a Palavra de Deus você disputar uma partida de futebol, em que você terá que derrotar o seu próximo para ter vitória. Esse será humilhado, vaiado, zombado, ridicularizado por muitos, simplesmente por que você o derrotou numa partida. Ora, se você derrota o seu próximo, que amor é esse? E se você for o derrotado você não sentirá um desejo de se vingar na próxima partida, para não se frustrar? Futebol é um meio que o diabo usa, para criar a rivalidade entre as pessoas, isso você não tem dúvida. Será que isso é saudável espiritualmente? É claro que não, pois quem ama exalta o próximo e não tenta derrotá-lo. Como deve ser nossa atitude em relação à pessoa que nós amamos, portanto, o futebol leva você a ter mais essa atitude incompatível com a fé cristã. Continua na próxima semana...



expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®