O que precisamos saber sobre o nosso inimigo
Satanás tem lutado para tirar a gravidade do nosso pecado
“trabalha incansavelmente com o objetivo de matar, roubar e destruir a todos que se opõe a ele”

4 de Maio de 2018 - 19h53
Iremos estudar à luz das Escrituras a mente de Satanás, o maior adversário da igreja e de Deus desde o princípio da criação. Não podemos despreza-lo, ridiculariza-lo ou subestima-lo, pois ele é astuto e sagaz, trabalha incansavelmente com o objetivo de matar, roubar e destruir a todos que se opõe a ele (Jó 10:10). O termo satanás vem do hebraico satan que significa “adversário”, “acusador”.

Ele é o maior opositor de Deus e da igreja (1Pr 5:8). Outro termo muito conhecido que é utilizado para se referir a sua pessoa é o termo diabo, vem do grego e significa acusador, caluniador e tentador (Mt 4:3). Outros nomes que são atribuídos a ele, mostram suas características e sua pessoalidade, são eles: a personificação do mal, o grande mentiroso (Jo 8:33), o deus deste século (2 Co 4:4) e a antiga serpente (2 Co 11:3; Ap. 13:9; 20:2).

Na tentação do Éden ele foi um dos principais responsáveis pela queda da humanidade, devemos levar em consideração que o homem teve sua parcela de responsabilidade ao ceder aos argumentos de satanás. Em gênesis 3:1, ele é descrito como a astuta serpente, mostrando o quanto o diabo é ardiloso, ágio, inteligente, calculista; ele esperou o momento oportuno para atacar e ejetar seu veneno. A serpente cuidadosamente esperou a primeira oportunidade e atacou Eva, por ser o elo mais frágil.

Em Gênesis 3:2 vemos que ele distorce os mandamentos de Deus, mente, engana e ilude; ele é considerado o pai da mentira (Jo 8:44). Observemos como ele atuou na tentação de Jesus (Mt 4:1-11). Nos versos 2 e 3 do capitulo 4 de Mateus, percebemos que ele foi paciente, aguardou o momento de maior fragilidade de Jesus para agir. Ele não agiu com precipitação. Satanás esperou concluírem os quarenta dias de jejum para iniciar seus ataques.

Isso nos ensina que nos momentos de maior fragilidade na caminhada espiritual serão os momentos de maiores ataques, mas lembre-se, Deus jamais permitirá que sejas tentado além do que possais suportar (1 Co 10:15). No verso 6, satanás novamente usa da mesma artimanha maligna, distorcendo das escrituras para tentar persuadir o Mestre a saltar do pináculo do templo. Ele conhece muito bem as Escrituras, por essa razão devemos seguir o exemplo do nosso Salvador, conhecendo a Palavra de Deus para não cair nas ciladas do nosso adversário.

Satanás tem lutado para tirar a gravidade do nosso pecado, não se engane, o pecado ainda continua sendo gravíssimo aos olhos de Deus (Is 59:2; Hc 1:13). Na carta de Tiago ele nos ensina uma lição muito importante para vencer nosso adversário.“Sujeitai-vos, pois, a Deus, resiste ao diabo, e ele fugirá de vós" (Tg 4:7). Umas das maneiras de vencê-lo é estar revestido da armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo (Ef 6:11).



expediente|quem somos|fale conosco|política de privacidade





© 2017 News Oeste - Todos os Direitos Reservados ®